terça-feira, 16 de julho de 2013

A Dieta Ideal para o Verão

O verão brasileiro faz com que uma multidão procure as praias próximas dos centros urbanos ou, no caso de quem pode gastar mais, opte pelas maravilhosas praias de estados como Rio de Janeiro, Ceará, Bahia, Rio Grande do Norte e Alagoas. Mas o verão traz muitas "armadilhas" nutricionais, além de outras para quem quer manter o peso, usar biquíni e ter uma vida saudável.

Alguns erros comuns num verão na praia

1. Você troca aquele super almoço com os amigos pedindo só uma salada. 
Cuidado: as saladas pré-preparadas podem ter mais calorias que as de uma lanchonete. Por exemplo: ao comer uma caesar salad com queijo parmesão, creme e croutons, você estará, provavelmente, ingerindo cerca de 530 calorias e mais de 30 gramas de gordura saturada. É melhor você preparar a salada no próprio prato, com azeite (uma ou duas colheres), vinagre e limão. Em muitas ocasiões, o chef recomenda uma salada com peito de frango (cerca de 739 calorias) ou com camarões (670 calorias). Os números são aproximados, mas mostram como podemos nos enganar com uma salada aparentemente inocente. Salada de alface, palmito e tomate com cubinhos de queijo branco é uma boa opção. Um ovo cozido na salada verde é excelente para completar o prato. Conclusão: evitar a salada pré-preparada, enganosa e cheia de gordura e calorias.

2. Bebidas alcoólicas na praia. 
É quase impossível estar perto do mar, na praia, num barco ou num bar cheio de amigos e não beber algo. Poucas pessoas conseguem ficar longe do álcool: preferam uma latinha de refrigerante light ou chá gelado com limão. Para quem prefere o álcool, uma lembrança: ele é considerado uma caloria "vazia", pois é queimado basicamente pela musculatura. Portanto, de vez em quando mergulhe no mar, dê um passeio rápido; enfim, mexa-se. Podendo escolher, eu ficaria com pouca cerveja, mas com uma taça de vinho branco seco com gelo ou uma dose de vodca com morango e adoçante (entre 60 e 75 calorias). Os drinks muito elaborados com nomes fantasiosos são muito mais calóricos (uma pina colada tem 275 calorias).

3. Comece o dia com um boa refeição. 
Estudo recente mostrou que os obesos em dieta perdem mais peso se comerem, pela manhã, uma refeição superprotéica, como um ovo mexido, queijo branco, fatias de peito de peru e pão integral, além de café ou chá. Seu corpo "acorda" com a entrada de proteínas e passa a acelerar o gasto energético, de forma a produzir energia a partir da gordura acumulada. É uma boa dica para quem acorda tarde - e quem vai acordar cedo nas férias ?

4. Fuja da armadilha do sorvete supercalórico. 
Verão não é verão sem sorvete. Nesse ponto é especialmente difícil resistir, mas existem opções bem gostosas que podem substituir os supercalóricos. Quase todos os fabricantes de sorvetes oferecem versões light e diet. O picolé de fruta, apesar de ter açúcar, tem poucas calorias se comparado aos famosos sorvetes cremosos, que chegam a 810 calorias se cobertos com caldas, flocos de chocolate, paçocas...

5. Nunca pule o almoço, por mais tarde que essa refeição seja feita. 
Não quer almoçar ? Pois bem: fique com uma porção de queijo branco, cortado em cubos, e coloque frutas no seu prato: abacaxi, papaia, uva, maçã, pêra (fuja da banana e do abacate). A mistura de proteína com fruta é garantia de queima calórica pela proteína, além de fibras das frutas, vitaminas e sais minerais.

6. Na praia, mesmo sem um sol escaldante, você transpira muito, mesmo que não perceba as gotinhas de suor na pele. 
A brisa marítima faz a transpiração evaporar rapidamente, roubando seus sais minerais. A perda de sódio em pessoas que já têm pressão baixa pode levar a uma lipotimia, ou seja, à sensação de desmaio e até perda momentânea da consciência. Uma colher de sal dissolvido em água pode ser uma solução. Outra: tomates com sal para suprir o corpo do sódio perdido. Muitas pessoas perdem muito potássio com o calor e a transpiração. Não ouça quem diz que você deve comer bananas! Quem pode comer banana é o Guga, que jogava oito horas de tênis por dia quando estava no auge. Você ganhará peso com as bananas. O suco de tomate tem 600 miligramas de potássio, a água de coco industrializada tem 300 miligramas de potássio. Não se esqueça que a água de coco, ingerida com canudinho direto da fruta, pode ter até 500 calorias, pelo fato de ter dissolvido no líquido natural uma grande quantidade de gordura de coco (por isso que ela é turva). Os que tomam todo o conteúdo do coco verde, portanto, estão ingerindo tantas calorias quanto alguém que come um hambúrguer com queijo derretido. O consumo de chá verde com gelo é uma excelente indicação para o verão. Ele contém estimulante energético e flavonóides que tornam a pessoa mais ativa e saudável. Não o adoce ou use pouco adoçante, se possível natural, como stevia ou sucralose. O chá mate também é uma boa escolha, pois contém cafeína e potássio.

7. Na mesa, as grandes armadilhas do verão são as frituras.
(como peixe e camarões empanados) e outras tranqueiras que vêm com as bebidas (batata frita, amendoim, pipoca), todas hipercalóricas e de difícil digestão. Uma boa opção é consumir vegetais crus cortados em tiras (como cenoura, nabo, aipo, couve flor), mergulhados em molhos "light" com iogurte e condimentos, todos muito saudáveis e apetitosos. No jantar, o verão não é época de feijoada, dobradinha, moquecas gigantescas e outros pratos do tipo. As peixadas ao forno, o bacalhau grelhado com brócolis, o linguado com azeite, limão e legumes e camarões e lagosta grelhados são excelentes alternativas às comidas gordurosas e pesadas. Coma sempre uma salada verde com azeite e sal para começar a refeição. Para acompanhar, um vinho branco seco e gelo. Coma frutas, doces e deliciosas. Em resumo: tenha um verão gostoso e refrescante, mantenha o seu peso e se delicie com pratos saudáveis e bebidas naturais.